Rio Branco, Acre, 19 de junho de 2021

Rio Branco está entre 5 capitais que ainda não vacinam adultos menores de 60 anos sem comorbidades contra a Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
G1
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A maioria das capitais brasileiras já iniciou a vacinação de grupos de adultos com menos de 60 anos e sem comorbidades contra a Covid-19. No entanto, Rio Branco está entre as cinco que não começaram a imunização desse público.

Além da capital acreana, Boa Vista, Natal, Palmas e Porto Velho não iniciaram a vacinação desse grupo, segundo levantamento divulgado nessa segunda-feira (7).

A Prefeitura de Rio Branco começou, oficialmente, a vacinação contra a Covid-19 em 20 de janeiro. No dia 19 do mesmo mês foi realizado o lançamento oficial da campanha e, desde então, a prefeitura vem ampliando o público-alvo conforme chegam novas doses.

Inicialmente foram os idosos, reduzindo dia a dia a faixa etária até chegar na idade de 60 anos, sem comorbidades, no último dia 17 de abril. Depois, no dia 3 de maio, iniciou a vacinação das pessoas com doenças pré-existentes, a partir dos 59 anos, também descendo a faixa etária até chegar nos 18 anos, no dia 18 do mês passado.

No último dia 31, a capital começou a vacinação do grupo da 4ª e última fase de prioridade. Nesse público, estão incluídos profissionais da Educação, caminhoneiros, motoristas e outros.

Nesta terça-feira (8), Rio Branco ampliou a imunização de grupos prioritários a partir de 35 anos. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) disponibiliza 12 pontos de imunização, sendo dois deles exclusivos para os servidores da Educação.

Previsão

 

Conforme o secretário municipal de Saúde, Frank Lima, Rio Branco tem seguido “rigorosamente” o protocolo do Ministério da Saúde no processo de imunização contra a Covid-19 e que, por isso, ainda não ampliou o público sem comorbidades.

“Isso tem possibilitado Rio Branco de andar na frente das grandes capitais do Brasil. A nota técnica do Ministério da Saúde abre possibilidades pra vacinar pessoas de 59 anos abaixo sem comorbidades, desde que atendido o público prioritário. Portanto, Rio Branco está na quarta e última fase das prioridades”, disse o secretário.

Lima afirmou ainda que a previsão, conforme pactuado pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), é iniciar a vacinação de pessoas de 59 a 55 anos, sem comorbidades, a partir da semana que vem.

“Foi pactuado para que todos os municípios possam iniciar a partir da semana que vem a inclusão de pessoas do grupo de 59 a 55 anos usando 50% das vacinas para esse público e 50% pra concluir a quarta fase. Vamos avançar no público geral, mas garantindo a vacinação de quem ficou pra trás nos grupos prioritários.”

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.