24.5 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

Na Semana do Grito da Terra, Edvaldo diz que governo precisa mostrar como vai aplicar os R$ 6 milhões destinados para as culturas do café e do açaí

Por

O deputado Edvaldo Magalhães citou durante a sessão desta quarta-feira (4) o Grito da Terra, um movimento que acontece em todo Brasil, esta semana, e no Acre reúne mais de mil trabalhadores da Agricultura Familiar. Neste sentido, ele defendeu uma agenda dos trabalhadores com o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa).

O parlamentar destacou que uma emenda de sua autoria ao Orçamento que está em execução este ano, subscrita por vários parlamentares, possibilitou remanejar da reserva de contingência R$ 6 milhões para o orçamento da Sepa para atender as culturas do café e do açaí. Para o parlamentar, esse dinheiro beneficia diretamente essas famílias da Agricultura Familiar, o que se faz necessária uma agenda do governo para dizer como este recurso será aplicado.

“Eu acredito que é uma ótima oportunidade que os produtores têm de ter um diálogo. Uma ótima oportunidade de se colocar à mesa quais são as proposições. Quero colocar aqui uma proposição, nós alocamos R$ 6 milhões para a cultura do café e do açaí. Até agora a Sepa não apresentou qual o plano para a aplicação desse recurso. Daqui a pouco vamos conviver com aquilo que é frequente e virou uma espécie de uso do cachimbo do governo: que deixa sempre a boca torta. Ele não consegue licitar no tempo certo, portanto não consegue executar o orçamento dentro do ano e sempre fica os restos para jogar ano seguinte. O governo tem uma baixa capacidade técnica para executar o Orçamento do Estado. Nós alocamos R$ 6 milhões para uma determinada atividade. Fizemos um remanejamento da reserva de contingência. Um dinheiro novo para Sepa e, portanto, ela precisa executar esse recurso para essas duas culturas permanentes”, disse o parlamentar.

  • Assessoria.
error: Alert: O conteúdo está protegido !!