22.2 C
Juruá
terça-feira, junho 28, 2022

Dois Brasileiros de suposta organização criminosa são presos com fuzis e munições de grosso calibre em Santa Cruz – Bolivia

Por Redação

Durante uma das operações da policia boliviana nas redondezas de Santa Cruz de la Sierra, foram capturados dois membros foragidos da justiça da Bolívia, Emerson Michel da Silva Benjamín e André Luis Xavier da Rocha. Duas pessoas ficaram feridas, um companheiro e uma cumplice.

De acordo com as informações obtidas pela Força Especial de Luta Contra o Crime (FELCC), ambos conseguiram fugir na madrugada desta Terça-Feira, 14 de Junho, do presidio de Palmasola com a ajuda de Edeline Dante da Silva, que teria lhes entregados uma corda do lado de fora do presidio para que os detentos conseguissem escapar enganando assim, os guardas locais. Edilene é Companheira de um deles e também foi detida.

Sobre o poder dos foragidos, estavam dois Fuzis de grande calibre, quatro carregadores e 81 cartuchos e foram capturados pela Polícia na tarde desta quarta-feira, 15 de junho, na área universitária, ruas Venezuela e Haiti- da capital de Santa Cruz.

Durante a entrevista coletiva oferecida esta quinta-feira nos escritórios da Felcc, Erick Holguín, comandante da Polícia Departamental, explicou que a prisão foi feita após várias operações realizadas nos prédios onde ambos os estrangeiros estavam de moradia antes de assassinar Wilson Ledezma Rea , 38 anos, em março deste ano, no município de Mineros. Por esse crime, a policia acreditou ter sido um acerto de contas ligado ao tráfico de drogas, os dois brasileiros estavam em prisão preventiva no presídio de Palmasola.

De acordo com o relatório oficial de Holguín, o veículo utilizado pelos fugitivos ao fugirem da prisão foi encontrado no condomínio Sevilla, localizado na zona norte da cidade. Eles permaneceram apenas 45 minutos no local e depois se deslocaram para o prédio na área da universidade, onde foram presos.

Integrantes da unidade DACI e da Força Especial de Combate ao Crime (Felcc) participaram da operação, que conseguiram entrar após serem os disparos com armas de fogo. As armas dos fugitivos foram apreendidas.

Segundo o delegado, duas pessoas tentaram impedir a entrada das tropas. Durante a operação, duas pessoas ficaram feridas, uma delas foi operada no ombro esquerdo e está se recuperando favoravelmente; Além disso, Jorge Luis Ríos, proprietário da propriedade, também foi preso.

Foto: Fuad Landívar

Holguín afirmou que será aberto um novo processo criminal por agressão a funcionários públicos e tentativa de homicídio.  Disse ainda que estão em plena investigação para apurar responsabilidades internas e externas pela fuga do presídio de Palmasola e pela origem das armas.

Além disso, informou que estão sendo tomadas providências junto às  autoridades brasileiras para confirmar as identidades de ambos, ou seja, saber se possuem antecedentes e se pertencem a uma organização criminosa na cidade de São Paulo , suposto local de origem. Por fim, ele não descartou a transferência de ambos para outros presídios do país.

 

Fonte da informaçao, El Deber e EJU

error: Alert: O conteúdo está protegido !!