MP deflagra operação contra grupo que desviava até 64 mil litros de combustível por mês no Acre

O Ministério Público do Acre (MP-AC) deflagrou na manhã desta quinta-feira (12) a Operação Nitro, que tem como alvo desarticular um grupo criminoso que atua no desvio de combustíveis nos municípios de Acrelândia e Plácido de Castro, no interior do Acre. À tarde, haverá uma entrevista coletiva para explicar detalhes da operação.

A operação é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército Brasileiro e Polícia Militar do Acre (PM-AC). As equipes cumprem 10 mandados de busca e apreensão, ao longo da BR-364.

Segundo as investigações do MP, foram identificados diversos pontos ao longo da BR-364 onde era realizada a venda de combustíveis supostamente desviados de transportadores com a conivência de alguns motoristas.

Ainda de acordo com o MP, o grupo atuava nas atividades de recepção, desvio, transbordo e armazenamento clandestino de combustíveis naquela região. O grupo chegou a desviar até 64 mil litros de combustível por mês.

A operação que ocorre no Acre integra uma ação nacional contra o crime organizado, desencadeada em 11 estados. No estado, conta com 90 militares do Exército, 36 agentes da PRF, um promotor de Justiça acompanhado de nove agentes do Gaeco, e quatro policiais do Bope.