Suspeito de roubo que se passava por missionário é preso

O jovem Dalvan Pinto Mendes, de 24 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira (6), suspeito de assaltar um homem em abril deste ano e levar ao menos R$ 1 mil da vítima. Segundo a polícia, o assalto ocorreu no bairro calafate, em Rio Branco. O delegado responsável pelo caso, Karlesso Néspoli, disse que Mendes se passava por missionário nas redes sociais.

Segundo o delegado, após o depoimento da vítima, a polícia procurou Mendes no bairro e descobriu que ele teria um comparsa, que já foi identificado. “Buscamos pelo bairro informações e, segundo populares, o suspeito é uma pessoa que vem causando problemas. É questão de tempo prendermos também o comparsa”, afirma.

Néspoli afirmou ainda que Mendes se identifica como missionário nas redes sociais. “Ele se passa e talvez até seja um missionário, mas que também faz o cometimento de roubos, então, não é uma pessoa tão temente a Deus como demonstrou ser nas páginas sociais”, acrescenta Néspoli.

O suspeito nega a acusação de roubo, mas confirma que agrediu a vítima. “Minha briga com ele foi porque ele mostrou as partes íntimas para a filha da mulher que eu tinha um caso. Como um camarada faz um negócio desse e ainda diz que eu roubei?! Ele mostrou as partes íntimas para uma criança, só fiz a minha parte”, defende-se o suspeito.

 

Com informações do G1.