Acre só gastou 26% do repasse enviado pelo governo federal no combate à Covid-19 e deputados questionam

O governo federal declarou que destinará ao Acre um montante de R$ 198 milhões para o combate à pandemia do novo coronavírus. Desse valor, R$ 61 milhões já foram repassados ao governo do Estado. Entretanto, a Secretaria de Estado de Saúde executou apenas R$ 16 milhões, o que representa 26% do valor recebido pelo Acre até agora, no enfrentamento à pandemia. Isso não leva em consideração às emendas parlamentares.

Nesse sentido, parlamentares estaduais vem questionando a aplicabilidade desses recursos. O deputado Daniel Zen (PT) é um deles. Segundo ele, dinheiro tem, o que está faltando é gestão na aplicação correta dos recursos.

“O que está faltando para que a Secretaria de Saúde execute esses recursos? O governador costumava falar na campanha eleitoral, que dinheiro tinha, o que falta era gestão. E nós, constatamos que dinheiro tem, como o secretário declarou. O secretário colocou que dos R$ 198 milhões, R$ 61 milhões já estariam disponíveis, dos quais foram gastos R$ 16 milhões, que representa 26% de execução orçamentária financeira desse montante, o que é pouco porque estamos indo para o quarto mês da pandemia. Isso preocupa. Isso não é uma fala acusatória, não estamos aqui levantando nenhum falso”, disse o parlamentar.

Na última semana, a deputada Antonia Sales (MDB) disse que o governo do Estado está gastando pouco no combate à doença, enquanto isso, os casos da doença se multiplicam. Antonia Sales disse que os R$ 2 milhões aplicados na compra de 25 mil testes de Covid-19 é irrisório diante da demanda que o Acre apresenta.

“Eu ouvi o líder do governo falando que o governador mandou comprar 25 mil testes, no valor de R$ 100,00 que dá R$ 2,5 milhões. Mais que mixaria. Que mixaria é essa? Achar que comprou muita coisa para testar. Se você dividir 25 mil para os 22 municípios não dá nem para testar a metade. Onde estão os R$ 92 milhões que nós aprovamos? Dois milhões não é nada. Não ajuda em nada. Gastem mais, não tenham pena. Onde está o dinheiro da bancada federal? Aí, com 25 mil acham que vão resolver essa onda de infectados? Pelo amor de Deus, R$ 2 milhões não é nada. É uma gota de chá no oceano”.

Da redação do Notícias da Hora.