Rio Branco, Acre, 26 de setembro de 2020

Após fiscalização, prefeitura diz que não houve crime ambiental em árvore da Gameleira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

A denúncia divulgada por meio de vídeo no final desta semana alertando para um possível crime ambiental contra uma árvore centenária na região da Gameleira, Centro de Rio Branco, não procede. Segundo a prefeitura de Rio Branco, o que se pode constatar após fiscalização e relatório da secretaria municipal de Meio Ambiente (Semeia), é que a árvore sofreu um rompimento da fibra e um dos galhos caiu.

“Ela estava ocada e cometeu um dano ao patrimônio que tem ao lado”, disse o secretário Aberson Souza, durante coletiva concedida na manhã deste sábado (12). Populares informaram que o vendaval que ocorreu na madrugada da última quinta-feira teria ocasionado a queda e atingido o telhado de um bar na região.

“O Corpo de Bombeiros veio, retirou os pedaços garantindo a proteção de todos, e rolou [o galho] em pequenos pedaços para fazer o manejamento do resíduo”, afirma Souza. A prefeitura garante que, neste momento, não houve crime ambiental. “A própria árvore, por si só, pelo seu tempo de vida, rompeu suas fibras por conta de que estava ocada”.

O município assegura que sabe da importância das árvores centenárias para a história da cidade. “Fazemos acompanhamento e poda de árvores históricas. Quando elas criam proporção desregular, fazemos poda com um trabalho coordenado com o Corpo de Bombeiros”.

Por fim, a secretaria afirma que quando não dá para perceber que a planta está ocada por dentro, a mesma pode ocasionar possíveis problemas aos transeuntes. “Corria risco de causar acidente na passagem da Gameleira. Constatamos que não houve crime ambiental praticado neste momento”.

Fonte:Ac24horas.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.