31.2 C
Juruá
quinta-feira, agosto 11, 2022

Moraes prorroga inquérito que apura se Bolsonaro interferiu na PF

Por

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, prorrogou por mais 90 dias o inquérito que apura se o presidente Bolsonaro interferiu na Polícia Federal (PF).

O inquérito, que foi aberto em 2020 pelo Supremo, tem como base acusações feitas pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Ao sair do Ministério, Moro alegou que Bolsonaro tentou interferir nas investigações da PF. 

O presidente teria cobrado a troca do chefe da Polícia Federal no Rio de Janeiro e exonerado a indicação de Sergio Moro, Mauricio Valeixo, para blindar investigações de seus alidados. O prazo inicial para o inquérito acabaria no próximo dia 27 de janeiro.

“Considerando a necessidade de prosseguimento das investigações e a existência de diligências em andamento, nos termos previstos no art. 10 do Código de Processo Penal, prorrogo por mais 90 (noventa) dias, a partir do encerramento do prazo final anterior (27 de janeiro de 2022), o presente inquérito”, decidiu Moraes.

Fonte: IG

error: Alert: O conteúdo está protegido !!