24.5 C
Juruá
sexta-feira, agosto 12, 2022

No Juruá, comunidades denunciam ação de garimpeiros em área de conservação

Por Redação O Juruá em Tempo.

Na Amazônia, a garimpagem causa problemas ambientais e sociais severos. A morfologia dos rios pode ser gravemente alterada pela escavação de trincheiras e labirintos. A atividade também provoca poluição por mercúrio. Há uma estimativa de que para cada 1 kg de ouro produzido, 1,3 kg de mercúrio é emitido para o ambiente (Dourojeanni e Pádua, inédito).

Uma das regiões mais resguardadas da Amazônia e protegidas por diversas unidades de conservação é a Reserva Extrativista (Resex) Médio Juruá, está ameaçada pela garimpagem. Moradores locais, relataram que avistaram embarcações de garimpo se movimentando pelo rio Andirá, dentro dos limites da Resex.

“É a primeira vez na história da cidade que uma balsa de garimpo adentra a região do Rio Juruá. Até onde se tem notícia, nunca houve exploração de ouro da região, principalmente por essas dragas gigantes”, disse Manoel Cunha, morador e gestor da Resex.

Outras balsas do mesmo tipo foram avistadas dias anteriores, mas os moradores não deixaram entrar na região. Denúncias foram feitas junto a Polícia Federal e Ministério Público Federal.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!