Profissionais da Fundhacre recebem treinamento para atender casos suspeitos do novo coronavírus

A Comissão Interna de Controle de Infecção da Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre) promoveu, nesta sexta-feira, 21, um treinamento para os servidores da unidade sobre como lidar com eventuais casos do novo coronavírus.

Os envolvidos receberam as instruções contidas no Plano de Contingência e Ação Estadual do Acre para Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (2019-nCoV), que está alinhado com os planos do Ministério da Saúde (MS).

Ainda que o plano tenha como hospital de referência o Pronto-Socorro de Rio Branco, a Fundhacre também contará com leitos de isolamento para receber pacientes com suspeita da doença.

“Nesse momento vamos trocar informações e tentar elucidar algumas dúvidas dos profissionais sobre uma doença que é ainda nova para todo mundo, mas que a gente está aí numa eminência de que a qualquer momento possa surgir um caso no nosso estado. Tomamos essa iniciativa junto com a Comissão de Controle Hospitalar para dar esse treinamento e passar algumas orientações sobre o novo coronavírus. Apesar de não termos casos confirmados no Brasil e nem na América do Sul, estamos diante de uma nova epidemia que já vitimou mais de duas mil pessoas na China”, pontua o infectologista Alan Areal, que responde pela Comissão Interna de Controle de Infecção da Fundação Hospitalar.

O treinamento faz parte do conjunto de protocolos do Ministério da Saúde (MS) repassado à Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) por meio de videoconferências diárias que permitem aos profissionais do estado absorver instruções fundamentais para adotar em hipóteses de contaminação.

“Temos o Pronto-Socorro de Rio Branco como nossa porta de entrada, hospital sentinela, mas a Fundhacre também precisa oferecer, dentro do plano de contingência, leitos de isolamento, tanto de enfermaria quanto de UTI. Se vier apresentar algum caso no nosso estado nós precisamos dar esse apoio também ao Pronto-Socorro, uma vez que o sistema de saúde é único”, afirma o médico.

Servidores do Pronto-Socorro também passaram pelo treinamento no último dia 4, sobre como atuar com eventuais casos de coronavírus 2019-nCoV.

loading...