Visitas em presídios são suspensas por mais 30 dias devido à pandemia de Covid-19

Mesmo sem caso confirmado do novo coronavírus em presídios do estado, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) aumentou a suspensão das visitas para 30 dias nas unidades prisionais. A nova portaria foi publicada na edição desta quinta-feira (26) do Diário Oficial do Estado (DOE).

Ao publicar o decreto de situação de emergência devido à pandemia de Covid-19, no último dia 17 de março, o governador do Acre, Gladson Cameli, tinha estipulado um prazo de 15 dias de suspensão das visitas para manter o controle dentro das unidades penitenciárias do estado.

O diretor do Iapen, Arlenilson Cunha, que disse que essa é uma maneira de conter o contágio dos presos e a proliferação da doença dentro do complexo prisional.

“Todas as visitas, de familiares e íntimas, foram suspensas, assim como atividades coletivas no interior do complexo no sentido de conter a propagação desse vírus”, explica.

Conforme a nova portaria, estão suspensas por um mês as visitas sociais, no caso as familiares e íntimas, além do atendimento de advogados, “salvo comprovada necessidades urgentes ou que envolvam prazos processuais não suspensos”.

As escoltas e saídas externas que estavam agendadas também seguem suspensas por 30 dias, mas com “exceção de requisições judiciais, inclusões emergenciais e daquelas que por sua natureza, precisam ser realizadas”, determina a portaria.

G1

loading...