Rio Branco, Acre, 28 de outubro de 2020

Adele se despede dos palcos com show memorável em Londres

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Londres, 29 de junho. Estádio Wembley. O céu de Londres ainda estava claro quando, pontualmente, às 20h30, o segundo “Hello” mais famoso da música pop preenchia o imponente estádio localizado na região Noroeste da capital inglesa. Os 98 mil presentes não tinham como saber, mas Adele, dona de uma das vozes mais poderosas e apreciadas que surgiram na última década, começava ali a sua despedida definitiva dos palcos.

Por si só, o show já representava uma ocasião especial. Era a segunda de uma série de quatro apresentações marcadas para celebrar o fim da turnê do álbum “25” — o terceiro e mais bem-sucedido da carreira — e a possível despedida dos palcos, como Adele confessou em carta escrita à mão, impressa no programa vendido às imediações do estádio. “Queria que meus últimos shows fossem em Londres, porque não sei se farei outra turnê novamente, então eu quero que minha última vez seja em casa”, revelou a cantora de 29 anos, nascida no bairro de Tottenham. No entanto, devido a danos nas cordas vocais, os últimos shows da miniturnê em Londres, batizada de “The Finale”, foram cancelados e não deverão ser remarcados, tornando o show do dia 29 o canto do cisne da artista.

Adele já havia tido problemas com a voz. Em 2011, chegou a fazer cirurgia devido a uma hemorragia na garganta. E, após 120 apresentações, é natural que uma voz tão exigida como a da cantora apresentasse sinais de sobreuso. No entanto, nada disso ficou evidente em seu último show.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.