Rio Branco, Acre, 20 de outubro de 2020

Acre investiga mais de mil suspeitas de Zika

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Ao todo 1.293 casos suspeitos de zika vírus seguem sob investigação no Acre. As informações são do último boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (30) pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre).

O boletim nº 12 informa que 14 novos casos suspeitos zika foram notificados à Saúde entre 7 e 14 de maio deste ano.

Os dados mostram ainda que de 3 de janeiro a 14 de maio foram notificados 1.325 casos suspeitos de zika em todo o estado.  Neste mesmo período, 14 casos foram confirmados pelo Instituto Evandro Chagas. Todos, segundo a Saúde, são autóctones e foram contraídos por moradores de Rio Branco.

Microcefalia

O boletim atual informa que a Saúde continua investigando 21 casos de microcefalia ligados ao vírus da zika. Ao todo 38 casos foram notificados e 17 descartados. A Saúde informou ainda que os casos de chikungunya não foram notificados devido à uma manutenção no sistema.


Dengue

De 3  de janeiro até o dia 14 de maio deste ano, a Saúde notificou 7.276 casos suspeitos de dengue em todo o Acre. Desses, 678, ou seja, 9% dos casos foram confirmados e outros 4.138, um total de 57%, descartados.

Segundo o atual boletim, 1.419 casos da doença, um total de 20%, estão em investigação ou aguardando confirmação ou descarte. Neste período 14% dos casos, um total de 1.041 notificações, foram encerrados como inconclusivos por terem excedido o tempo oportuno de análise que é de 60 dias.

O pico de casos de dengue no Acre, segundo o boletim nº 12, ocorreu em fevereiro deste ano com um total de 2.604 casos. Já no mês de março houve uma queda desse número para 1.824 notificações.

 

Do portal G1.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.