Rio Branco, Acre, 28 de setembro de 2020

Bebê que levou mordidas do padrasto pode ter pênis amputado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Um menino de um ano e quatro meses que foi estuprado, agredido e mordido pelo padrasto de 17 anos, em Manaus, pode ter o pênis amputado por causa das lesões. A informação foi dada pela Polícia Civil do Amazonas nesta terça-feira (14). O bebê está hospitalizado Pronto-Socorro da Criança João Lúcio desde domingo (12). As infrmações são do jornal Extra.

Segundo informações da Secretaria de Saúde do Amazonas, o estado de saúde da criança é estável. A pediatra que fez o primeiro atendimento ao bebê afirmou que ele estava tendo dificuldades para urinar. Um laudo pericial constatou que a vítima teve laceração peniana, lesões corporais, edemas corporais e fissura anal. Agora sob cuidado do Estado, o bebê vem recebendo visitas de familiares. Ele ainda não tem previsão de alta.

Na segunda-feira (13), o padrasto do bebê, um adolescente de 17 anos, confessou ser o autor das agressões. Ele alegou que estava drogado no momento do crime. A mãe, de 22 anos, nega envolvimento no caso, mas também foi detida. Ambos foram indiciados por tortura e estupro de vulnerável. A mãe também vai responder por omissão. O jovem foi está na Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Deaai). A mulher será encaminhada a uma prisão feminina.

 

Por ContilNet.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.