Rio Branco, Acre, 20 de janeiro de 2021

Substituto de Prass se inspira em Marcos e diz saber jogar com os pés

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O goleiro Weverton, do Atlético-PR, convocado para a seleção brasileira olímpica após a lesão de Fernando Prass, disse nesta segunda-feira (1º) que está adaptado ao futebol moderno e que sabe também “jogar com os pés”.

Weverton foi chamado pelo técnico Rogério Micale neste domingo (31), após o goleiro palmeirense sofrer uma fratura no cotovelo direito.

“Se o goleiro não se adaptar a jogar com os pés no futebol de hoje, ele vai ficar para trás. O [técnico] Autuori faz isso no Atlético-PR e eu não vejo problemas”, disse Weverton em entrevista coletiva, em Brasília, onde a equipe enfrenta a África do Sul, em sua estreia nos Jogos, na quinta-feira (4).

“Vou procurar me adaptar rapidamente ao estilo de jogo do Micale, que é moderno e em que o goleiro participa do jogo, das ações”.

Weverton diz que se inspira no ex-goleiro Marcos, que defendeu a seleção brasileira e foi campeão da Copa do Mundo em 2002. Ele cita ainda Dida e Rogério Ceni. “Foram grandes goleiros”, diz.

O jogador do Atlético-PR afirmou ter o perfil de um líder e lembrou o fato de que, no ano passado, foi o goleiro que mais pegou pênaltis no Campeonato Brasileiro. Apesar disso, Weverton se disse surpreso com a convocação.

“Quando eu vi que o Prass foi cortado, eu nem imaginava que poderia estar aqui porque havia uma pré-lista de 35 jogadores. Eu achei que o novo convocado sairia dali”, afirmou.

 

Com informações da Folhapress.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.