Rio Branco, Acre, 20 de janeiro de 2021

Instituto Adolfo Lutz confirma Trypanosoma em açaí

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O Instituto Adolfo Lutz (IAL) confirmou a presença do vetor causador da Doença de Chagas (Trypanosoma cruzi) no açaí produzido no Acre. As amostras foram enviadas em julho deste ano para São Paulo, onde fica a sede do instituto. O resultado chegou.

“As amostras encaminhadas registraram a presença do agente causador da Doença de Chagas”, admitiu o secretário de Estado de Saúde, Gemil Júnior, em “nota de esclarecimento” divulgada neste domingo. “Diante disso, a Sesacre, por meio do Departamento de Vigilância Entomológica e Epidemiológica, iniciou um trabalho de ação estratégica”.

Na nota, o secretário não detalha quais seriam as “ações estratégicas” em execução. Há uma sugestão de que a implantação do processo de pasteurização possa ser uma alternativa para acabar com o vetor da doença. Mas, não há especificação de como isso seria colocado em prática.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Saúde do Acre colheu, em julho deste ano, amostras de suco de açaí no Estado e encaminhou ao Instituto Adolfo Lutz (IAL), em São Paulo, para que
fossem analisadas. O laboratório é referência em exames para identificação do DNA Trypanosoma cruzi, agente causador da Doença de Chagas, em amostras alimentares.

As amostras encaminhadas registraram a presença do agente causador da Doença de Chagas. Diante disso, a Sesacre, por meio do Departamento de Vigilância Entomológica e Epidemiológica, iniciou um trabalho de ação estratégica. A Secretaria de Estado de Saúde ressalta que esse é um tema debatido, há muito tempo, inclusive no Congresso Nacional.

Ainda como senador da República, o governador Tião Viana apresentou projeto de lei para que os produtores de açaí fizessem investimentos no processo de pasteurização do suco da fruta, método que assegura a esterilização e a qualidade do produto, permitindo assim, o consumo seguro, sem riscos à saúde. A Secretaria de Estado de Saúde rechaça boatos maldosos e reafirma o seu compromisso com a saúde da população acreana.

Rio Branco, Acre, 9 de outubro de 2016.

Gemil Salim de Abreu Júnior

Secretário de Saúde do Estado do Acre

 

Com informações de Agazeta.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.