Rio Branco, Acre, 27 de novembro de 2020

“Já se passou um ano de Governo e até o momento sequer tem uma equipe definida para gerir o Estado”, dispara Duarte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A saída do secretário da Casa Civil, José Ribamar Trindade, considerado o todo-poderoso dentro da estrutura de governo, teve repercussão imediata na política local. O líder dos “independentes” na Assembleia Legislativa do Acre, deputado Roberto Duarte (MDB) comentou sobre o assunto. Ele afirmou que a mudança frenética de secretários o deixa “preocupado”.

“Eu observo que já se passou um ano de Governo Gladson Cameli e até o momento sequer tem uma equipe definida para gerir o Estado e isso nos deixa muito preocupados, afinal só teremos mais 03 anos de governo para dar uma resposta positiva à população”, disse a liderança emedebista.

Ribamar Trindade apresentou pedido de demissão ontem (7) em reunião com o governador Gladson Cameli (Progressistas). Mesmo Gladson insistindo que Trindade ficasse no governo, o homem considerado mais forte do governo deixou a Casa Azulada. Na bagagem, ele leva consigo a visão de um governo que após um ano ainda patina para montar sua equipe para gerenciar os problemas do Acre.

  • Da redação do Notícias da Hora

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.