“Educadores transformaram suas casas em sala de aula”, diz diretora sobre aulas a distância

Desde o dia 18 de março, as aulas foram suspensas em Cruzeiro do Sul devido o decreto de isolamento social. Assim, escolas públicas e privadas precisaram se reinventar para garantir que os estudantes continuassem a estudar, mesmo a distância.

Na Escola Madre Adelgundes Becker, a diretora Rosa Lebre criou um grupo de WhatsApp, por turma, para garantir que professores e coordenadores pudessem acompanhar o ensino de perto, sem perder a qualidade.

“Educadores transformaram suas casas em sala de aula procurando atender as necessidades individuais. Apostilas foram produzidas pela equipe com as atividades enviadas pelos professores; muitas foram entregues na escola e outras foram levadas até as residências dos alunos” disse Rosa.

A escola está fazendo uma campanha para arrecadar celulares usados para que os alunos que não têm o aparelho não fiquem sem as aulas.

“Todos os servidores estão envolvidos para que nossos estudantes tenham o mínimo de prejuízo por conta dessa pandemia que acreditamos que logo passará; estaremos juntos novamente fazendo que amamos fazer” (sic).