Rio Branco, Acre, 1 de outubro de 2020

Rocha ‘lava as mãos’ sobre candidatura de sargento Adônis do PSL para prefeitura de Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O vice-governador Wherles Rocha saiu pela tangente quando perguntado se apoiaria a candidatura do sargento Adônis Souza pelo PSL em Cruzeiro do Sul. Recém filiado ao PSL, Rocha trabalhou em prol de uma aliança entre o PSDB e o MDB em Cruzeiro do Sul, através de uma chapa com Fagner Sales (MDB) e o presidente da Associação Comercial de Cruzeiro do Sul, o empresário Luís (PSDB).

A candidatura de Adônis Souza foi construída principalmente a partir das representações de segurança pública da cidade.

Rocha disse que essa será uma decisão do presidente do PSL no estado, Pedro Válerio e que sua preocupação será apenas com a candidatura de Minoru Kimpara (PSDB). A declaração foi dada durante uma coletiva durante a entrega de equipamentos de alimentação em Cruzeiro do Sul.

Apesar de pouco apoio político, Adônis pode acabar sendo o ‘azarão’ das eleições deste ano. O favorito ainda é Ilderlei Cordeiro, mas pode ser impedido de concorrer a depender do resultado do processo no TRE. Fagner Sales tem de largada, uma forte rejeição, e boa parte da população se declarada ‘cansada’ de que a eleição seja disputada sempre pelos mesmos nomes. Marcelo Siqueira (PT) seria outra opção, com experiência na área de saúde pública, mas a rejeição ao PT dificulta que se torne uma candidatura viável.

O PSL cresceu no estado a partir da onda bolsonarista, mas após a saída do presidente, o partido tem se desvinculado do bolsonarismo, embora permaneça como um partido de direita. Diante do fracasso da tentativa da criação de um partido próprio, o ‘Aliança pelo Brasil’, Bolsonaro sugeriu que poderia tentar seu retorno ao PSL . A reação de um dos nomes fortes do partido, o Major Olímpio (SP) foi negativa: “Quem disse a ele que o PSL o quer de volta? É uma reconciliação impossível e, se a maioria do PSL tiver vergonha na cara, não o aceita. Mais fácil o PSL aceitar a filiação do Lula”, disse o senador à coluna da Revista Época.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.