Rio Branco, Acre, 25 de setembro de 2020

Cliente chama funcionária de restaurante de “macaca” e vai presa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Policiais militares prenderam uma mulher de 32 anos, nessa sexta-feira (28), no Aeroporto Internacional de Confins, na Grande BH, depois de uma confusão que começou com um caso de injúria racial. A suspeita teria chamado a funcionária de um restaurante no local de “macaca bunduda” e, na sequência, agrediu os agentes de segurança com mordidas e cabeçadas.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher conversava com a trabalhadora quando, diante de um desentendimento, a chamou de “piranha”. A funcionária pediu para que ela parasse e foi então que a suspeita disparou o xingamento preconceituoso.

A vítima, de 28 anos, foi até um posto policial e informou o que estava ocorrendo. Ela foi seguida pela mulher que a ofendeu e, segundo o registro da PM, passou a ficar mais alterada e começou a ofender os militares.

A mulher disse que era filha de policial e ameaçou os agentes dizendo que tiraria “sangue” deles. Ela recebeu voz de prisão por desacato e tentou correr, mas foi capturada. Foi então que mordeu e agrediu os policiais.

Mesmo acompanhada dos três filhos pequenos, a mulher precisou ser imobilizada e terminou algemada. O Conselho Tutelar foi chamado ao local e as crianças encaminhadas a um responsável. A mãe deles, por sua vez, foi levada para a Delegacia de Polícia Civil de Vespasiano.

Fonte: Metrópoles.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.