Nova vacina contra meningite começa a ser aplicada na rede estadual de saúde do Acre

Acre recebeu 7,3 mil doses da vacina do Ministério da Saúde. Fazem parte do público prioritário adolescentes com idades entre 11 e 12 anos.

O Acre iniciou a aplicação das vacinas contra a meningite, que entrou este ano no Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). O estado recebeu mais de 7,3 mil doses da vacina meningocócica do Ministério da Saúde (MS). Fazem parte do público-alvo adolescentes com idade de 11 e 12 anos.

A imunização é contra os quatro subtipos da doença (A, C, W e Y) de forma conjugada e entra para o calendário de rotina e pode ser aplicada na unidades de saúde dos 22 municípios do estado.

A vacinação é coordenada pela Secretaria Estadual de Saúde e executada pelas secretarias municipais de saúde. A Sesacre informou que a implantação começou em março deste ano e só em junho o estado recebeu as doses da vacina.

Em Rio Branco, a coordenadora do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Socorro Martins, informou que a vacina foi encaminhada para as unidades no dia 31 de agosto, após os técnicos passarem por treinamento.

A vacina meningocócica ACWY (conjugada) está sendo disponibilizada de acordo com o calendário nacional de vacinação e deve ser aplicada independentemente de o adolescente ter recebido anteriormente a vacina MenC (conjugada) ou dose de reforço.

A gerente do Núcleo do Programa Estadual de Imunização, Renata Quilles, disse que ainda não há dados em relação à cobertura, mas, no estado, são pelo menos 18, 5 mil adolescentes nesta faixa etária.

“É uma implantação recente e a gente precisa de um tempo para contabilizar como foi essa adesão do público. A gente sabe que nossas coberturas vacinais estão mais baixas do que sempre foram. Por causa da pandemia, as pessoas estão receosas em procurar a sala de vacina”, disse.

Vacinação em Rio Branco

Em Rio Branco, foram disponibilizadas mais de 2 mil doses da vacina que começou a ser aplicada nesta semana. No capital acreana, são mais de 7,5 mil adolescentes nesta faixa etária.

“Nós terminamos a capacitação na semana passada e, no dia 31 de agosto, já levamos a vacina para as unidades”, contou Socorro Martins.

Sobre a meningite

A meningite é uma infecção que acontece nas meninges do cérebro e que pode ser causada por vários fatores. Dentre os tipos, as meningites virais e as bacterianas são as mais comuns e também são aquelas que podem causar surtos e epidemias.

Os principais sintomas são febre alta, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos, rigidez de nuca e, algumas vezes, manchas na pele.

Fonte:G1 Acre.