Rio Branco, Acre, 28 de setembro de 2020

Imprensa Nacional desmente fake news sobre matéria da ambulância no Guajará: “Tudo feito dentro da lei”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Ao contrário do que foi noticiado por alguns jornais local, a prefeitura de Guajará não fraudou compra de ambulância hospitalar. Após investigação feita pela reportagem do Brasil Urgente, foi confirmado que todo o trâmite foi feito de maneira legal.

“A compra foi feita no dia 8 de maio e teve sua homologação publicado no dia 12. O pagamento foi feito no dia 16 de junho, e o prazo para entrega era de 40 dias”, afirmou o jornalista.

O jornalista da bandeirante explicou que apurou o caso e entrou em contato com o secretário Municipal, Braz Melo. “Chegaram a fazer uma denúncia falsa. Os jornalistas de hoje precisam ter mais responsabilidade antes de sair divulgando qualquer matéria. Procurei apurar antes de colocar essa matéria no ar. A ambulância existe, de fato, e foi feito tudo de maneira correta”.

Sobre a possível não existência da concessionária, o jornalista afirma ainda que a loja existe e que ele comprou in loco.

Segundo o secretário, o veículo foi entregue no prazo na cidade de Porto Velho. Em seguida, a ambulância seguiu para Guajará, porém, no caminho o veículo apresentou um problema elétrico, por isso tiveram que prorrogar alguns dias para entrega, mas tudo ainda dentro do prazo.

Veja a matéria:
https://www.facebook.com/100025639007883/posts/680977726100188/

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.