Acre deixará de gastar R$ 6 milhões por ano com suspensão da pensão de ex-governadores

Em entrevista a uma emissora local, o diretor-presidente do Acreprevidência, Francisco Assis, confirmou que o instituto notificou os ex-governadores e viúvas que serão suspensos os pagamentos de pensões.

Francisco afirmou que serão economizados algo em torno de R$ 6 milhões ano, apenas com o não pagamento das pensões. As notificações foram eviadas pelos Correios.

As notificações enviadas a ex-governadores e dependentes dá um prazo para que eles apresentem defesa sobre o fim do pagamento da pensão.

A decisão da direção do Acreprevidência de iniciar as notificações aconteceu após a Procuradoria Geral do Estado (PGE) emitir relatório sobre o assunto.