Bittar e Mailza votaram para manter decreto de armas de Bolsonaro; Petecão se ausentou da votação

Os senadores acreanos Marcio Bittar (MDB) e Mailza Gomes (PP) votaram a favor do projeto que flexibilizaria o porte e a posse de armas no Brasil durante votação na terça-feira (18) no Senado Federal.

Já o senador Sérgio Petecão, que se mostrou contrário ao projeto, não esteve presente no plenário durante a votação e justificou sua ausência.

O decreto do presidente da República, Jair Bolsonaro, foi derrubado por 47 votos a favor e 28 contra. A proposta vai para a Câmara dos Deputados.

O presidente Jair Bolsonaro lamentou em sua fanpage e pelo Twitter a rejeição aos decretos.

“Por 47 a 28 o Senado derrota nosso Decreto sobre CACs e Posse de Armas de Fogo. Esperamos que a Câmara não siga o Senado, mantendo a validade do nosso Decreto, respeitando o Referendo de 2005 e o legítimo direito à defesa.”

Informações Folha do Acre