Casos de malária e dengue estão sendo monitorados e controlados pela Prefeitura de Marechal Thaumaturgo

Com apenas seis casos de dengue e oito de malária confirmados em Marechal Thaumaturgo, a Prefeitura tem feito um trabalho de monitoramento e controle das doenças no município.

A gestão de Isaac Piyãko tem realizado mutirões de limpeza para evitar que as larvas dos mosquitos se proliferem. As pessoas estão recebendo toda a assistência necessária nas unidades de saúde, que estão devidamente equipadas para a realização de exames.

Ainda segundo o secretário de Saúde do Município, José Maria, alguns mosquitos da dengue chegaram a Marechal por meio de embarcações saídas de Cruzeiro do Sul. “O prefeito solicitou que identificássemos os casos, para que assim pudéssemos destruir os criadouros do mosquito”, frisou.

“Estou levando 200 testes rápidos de dengue para que tenhamos estoque em Marechal. Vale salientar que prevenir o mosquito é dever de todos, portanto é necessário que a população não deixe água parada e evite criadouros do mosquito da dengue”, observou o secretário.

Segundo o prefeito Isaac Piyãko, as ações de prevenção e combate à dengue são constantes. “Nossos agentes têm percorrido bairros e comunidades rurais para esclarecer dúvidas e evitar a proliferação do mosquito da dengue”.