“Casos reais de coronavírus são bem mais que os confirmados no Acre”, diz infectologista

O médico infectologista Thor Dantas alertou os acreanos sobre um possível cenário ainda mais grave sobre a contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19), em Rio Branco, no Acre.

De acordo com o médico, os casos reais da contaminação no Acre devem ser ainda maior do que o divulgado pela Secretaria de Saúde, onde aponta 21 casos confirmados até a terça-feira (24).

“Estamos entrando na segunda semana da epidemia no Acre. Com os exames de hoje deveremos fechar a semana com vinte e tantos casos confirmados. No entanto, esses casos confirmados entraram em contato com diversas outras pessoas e algumas já apresentaram sintomas. Os casos reais são bem mais que esses confirmados. Por isso devemos assumir como certa a transmissão comunitária”, diz Thor.

Ouça o áudio da entrevista com Thor Dantas:

Thor alerta que sintomas de resfriados e gripes já devem ser analisados como possíveis casos de coronavírus.

“Na prática significa dizer que qualquer resfriado ou gripe hoje deve ser entendido como possível caso de coronavírus. E se teve contato com algum caso confirmado a gente considera já como um caso provável de Covid-19. Todos os casos possíveis ou prováveis devem ser monitorados. Devem ser mantidos em casa para vê se aparece ou não sinais de gravidade como falta de ar e a dificuldade de respirar. Só se aparecer sinais de gravidade devem ir ao médico”, diz.

O médico diz que a prioridade do governo neste momento é evitar a propagação do vírus e cuidar dos casos graves.

“Se sentir sintomas leves não precisa ir ao hospital. A prioridade agora é evitar a propagação e cuidar dos casos graves. Montamos uma equipe de aconselhamento e monitoramento remoto com acadêmicos de medicina que vai acompanhar os suspeitos e analisar quem é do grupo de risco, que está evoluindo bem ou com sinais de gravidade. Os números para contato da equipe são: (68) 3215-2400 e 99228-5036 e 99226-4748. Se você tem dúvidas sobre o que fazer ou se é um caso suspeito, mande mensagem para esses números”, diz o médico.

Com informações da Folha do Acre.

loading...