ExpoAcre Juruá 2020 tem mudança na data e alteração gera polêmica em Cruzeiro do Sul

A definição da data da Expoacre 2020, de 1 a 9 de agosto, gera descontentamento da Igreja Católica e da Associação do Vale do Juruá. O período coincide com o início do Novenário de Nossa Senhora da Glória, que vai de 5 a 15 de agosto.

A Diocese de Cruzeiro do Sul vai se posicionar contrária à data por meio de carta do Bispo Dom Flávio. De 5 a 15 de agosto a igreja realiza novenas diárias e um Feira em frente à Catedral Nossa Senhora da Glória, que movimenta o comércio. Bingos são realizados diariamente também. O ponto alto é a Procissão de Nossa Senhora da Glória.

Igreja e Associação temem que pequenos comerciantes, artesãos, polo moveleiro, produtores rurais e outros que expõem tanto no novenário quanto na Expoacre, sejam prejudicados.

A Associação Comercial do Alto Juruá cita que o Novenário é o período em que a cidade recebe milhares de visitantes, que lotam hotéis e restaurantes. O presidente da Associação, Luís Cunha cita que no período o volume de negócio aumenta em geral 30% e em alguns casos como hotéis, táxis, mototáxis, restaurantes o aumento supera 50%.

” É nosso evento mais importante. Para nós é negativa essa data da Expoacre. Muita gente daqui pode optar por ir para o evento da capital e ao final da Feira muitos lá, muitos não virão pra cá “.

A data do Festival do Açaí em Feijó, que será de 14 a 16 de agosto, também preocupa a Associação Comercial. ” As pessoas que vêm pela BR-364 podem ficar em Feijó e não chegar até Cruzeiro para o Novenário “, pondera Luís.

Ao anunciar a data da Expoacre Rio Branco 2020, secretaria Estadual de Turismo cita o pagamento dos servidores estaduais, municipal e federal que acontece no final do mês, o que garante movimento financeiro da Feira.

  • Por Sandra Assunção.