Integrante de facção mata rival com 8 facadas e comemora lambendo a faca com sangue

André Wiryson Lima da Silva jovem, de 21 anos, foi curtir um forró com a namorada, de 16 anos, na noite desta sexta-feira (23), no bairro Três Botequins, em Brasiléia, quando foi surpreendido por três indivíduos de uma facção rival, que iniciaram um cerco contra ele.

André tentou se evadir do local com a namorada, mas foi atacado pela costas por Alex da Silva Oliveira (19), conhecido como ‘Popó’. A vítima foi ferida na altura do peito.

Mesmo ferido ainda tentou correr pela Avenida, mas outros dois comparsas: Eberson Silva Almeida (26), vulgo ‘Katanga’, que estava em liberdade a 12 dias do FOC, e um menor de 17 anos, tentaram segurar a vítima para que fosse golpeado mais vezes.

André ainda caminhou sangrando por cerca de 150 metros até receber mais cinco estocadas nas costas e duas no pescoço. Com a gravidade dos ferimentos, não resistiu e morreu no local.

Segundo relato da namorada, que assistiu tudo, Alex teria ‘lambido’ a faca manchada de sangue ao falar: “matei um alemão”.

Policiais Militares foram acionados e conseguiram chegar no local antes da fuga dos acusados.

Alex foi preso e Eberson ‘Katanga’, tentou negar sua participação, mas por ser velho conhecido da Justiça, foi reconduzido e o menor será encaminhado ao MP e judiciário para medidas cabíveis.

O trio foi conduzido para a delegacia, onde foi lavrado o flagrante de homicídio. O corpo foi conduzido ao IML de Rio Branco para exames e depois liberado aos parentes.

Com informações do Alto Acre