Mais de 60 motos foram furtadas e roubadas em 2019, de acordo com dados da PM. Quase 70% foram recuperadas

De acordo com os dados da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, neste ano foram registrados mais de 60 furtos e roubos de motocicletas. Esse dado é referente apenas aos registros da PM, sem levar em conta as informações do Detran e da Delegacia Geral. Desse total, a PM conseguiu recuperar mais de 67% dos veículos, o que se refere a 42 motos, sendo cinco dessas somente neste mês. Os números tiveram uma redução de 56,53%, quando comparado ao mesmo período de 2018, quando foram registrados 138 furtos e roubos de veículos.

“A Polícia Militar do 6º Batalhão tem feito um trabalho firme a respeito de recuperação de motocicletas furtadas ou roubadas, que normalmente são utilizadas por criminosos para prática de pequenos delitos. Eles tentam se evadir com as motos, pois é mais rápido. Por isso temos abordado cada vez mais um número de motos na cidade, buscando justamente isso, reprimir a subtração do patrimônio”, relatou o comandante do Pelotão de Trânsito, tenente Belo.

Ainda na noite de terça-feira,02, a Polícia Militar recuperou mais uma motocicleta. Durante rondas, a equipe de policiais avistou um condutor com uma moto suspeita de ser produto de furto.

“Ele ficou assustado ao ver a viatura, e isso normalmente demonstra que tem algo errado. A RP fez um acompanhamento, ele entrou em um beco e conseguiu largar a moto e fugiu. Ao fazer a consulta foi verificado que a moto era objeto de roubo”, explicou o tenente.

Segundo o comandante do pelotão, os índices de recuperação de veículos roubados no município são superiores a outros estados. Na maioria dos casos as motocicletas são recuperadas nas 12 primeiras horas após o crime.

“Conseguimos dessa forma devolver o patrimônio para seus donos. Caso a pessoa seja vítima de um furto ou roubo de veículo, é importante que passem a informação o mais rápido para  polícia, através do 190, oferecendo as características das motos e dos agentes que perpetraram o crime, mais fácil será a recuperação por nossas equipes em campo, que já ficam atentos”, finalizou.