Na capital, militares invadem distribuidora ‘Acre Beer’, espancam e desmaiam motorista inocente

POR AC JORNAL – Quatro policiais invadiram a distribuidora de bebidas Acre Beer, situada no Segundo Distrito de Rio Branco e pertencente ao Grupo Recol, nesta quinta-feira. Os militares imobilizam e aplicam um golpe conhecido como “mata leão” num motorista da empresa. As cenas de abuso de autoridade policial foram registradas por um internauta (veja abaixo). O trabalhador é desmaiado após a agressão e é levado na carroceria de uma caminhonete, “tratado como um animal”. Detalhe: ele é inocente.

O motorista foi acusado indevidamente de se apropriar de R$ 2 mil depositado em sua conta bancária por engano. Uma mulher, que fez a transferência, estava dentro da viatura policial e assistia a tudo, no instante em que o motorista era espancado. Ela errou dígitos da conta ao fazer a operação num terminal eletrônico. O banco não poderia fornecer dados sigilosos, inclusive endereço e local de trabalho, de seu correntista. Não se sabe qual influência da mulher sobre os policiais, que conduziram a ocorrência de maneira completamente arbitrária.

Nossa reportagem apurou (e não vai relevar a fonte para evitar represálias contra a vítima) que o motorista foi rendido pelos militares dentro da empresa, sem ordem judicial. Um dos policiais, ao ser questionado pela “invasão”, disse que com eles a coisas são diferente e que o trabalhador devia devolver o dinheiro naquele minuto, do contrário seria preso.

A gerência da Acre Beer ficou no vazio, sem saber o que fazer, mas preocupada com a integridade física de seu funcionário após testemunhar a sessão de espancamentos. O motorista fez contato duas horas após, dizendo que estava liberado. Ele esclareceu que ia devolver o dinheiro para o banco, pois tem o hábito de ser honesto.

Ele apresenta hematomas pelo corpo e foi dispensado para ficar em casa com a esposa. A empresa ofereceu assistência jurídica. O rapaz avalia se vale apenas processar os militares, considerando o risco de vir a sofrer vingança.